quinta-feira, 25 de novembro de 2010

LEÇA DA PALMEIRA - Amorosa - Rua Óscar da Silva


Para variar um pouco, aqui publico uma foto da Rua Óscar da Silva, nos anos 30 (talvez 1934).
À direita vê-se o nicho das alminhas.
Sabe de que casa eram provenientes as pedras da imagem? Não !!! Pois devia...

sábado, 30 de outubro de 2010

LEÇA DA PALMEIRA - AUGUSTO NOBRE - 10



Recebi uma valiosa contribuição de Reinaldo Delgado e com a devida vénia, aqui a transcrevo, pois ajuda a enriquecer a história da nossa terra.
Obrigado, e todas as achegas e esclarecimentos são mais do que bemvindos.
Caríssimo Dr Américo Freitas,

Sou leceiro, nascido na Travessa do Castelo (muito perto da Capela de Santa Catarina), mas não residente, apesar de estar em Leça uma boa parte do meu tempo disponível.
Confesso que estava à espera do post mais recente no seu blog, face à curiosidade de saber o que o ilustre Augusto Nobre dizia sobre a citada capela e a sua eventual ligação à classe piscatória.
Sobre essa capela e muitas outras capelas de Santa Catarina, que se encontram com a fachada virada para as barras dos portos portugueses, segundo o amigo Padre Bernardo Xavier Coutinho, infelizmente já falecido, mas não esquecido, fazem parte de um dos mais curiosos erros religiosos encontrados no país. Com efeito, julgo saber que Santa Catarina é padroeira dos moleiros, comprovada nas imagens correspondentes pela presença duma mó, que sem dúvida terá sido confundida ao longo dos anos por uma roda de leme.
Conhecedor da terra que me viu nascer, terei igualmente muito gosto em explicar-lhe o porquê do forte ter sido chamado de "Nossa Senhora das Neves", já que não existe ligação da Santa a Leça. Porquê o lugar de S. Clemente das Penhas ter sido substituído por Boa Nova e lembrar que a personagem mais notável da terra foi o Frei João da Póvoa, que se encontra sepultado na Capela da Quinta da Conceição, devido à sua extraordinária competência como conselheiro do Rei D. João V e simultaneamente embaixador de Portugal no mundo.

Isto não invalida o esforço demonstrado até agora, merecedor dos maiores elogios, para dar a conhecer aos mais novos e não só, cenas do passado do meu pequeno mundo.

Cumprimentos,
Reinaldo Delgado

sábado, 9 de outubro de 2010

LEÇA DA PALMEIRA - AUGUSTO NOBRE - 6


A D. Ismália Bastos casou com o banqueiro Alfredo Messeder, que foi vice-presidente da Câmara, falecido em 1909. Morava numa casa na sala de visitas, como veremos em texto próximo. Faleceu nos anos 60.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

LEÇA DA PALMEIRA - AUGUSTO NOBRE


Muitas vezes não é facíl ao estudante ou simples curioso da história local aceder ás fontes bibliográficas, ou porque são de dificíl acesso ou porque exige deslocação demorada á biblioteca.
Para ajudar os nossos estudantes, decidi digitalizar e publicar aqui o meu livro "Leça da Palmeira - Recordações e Estudos de há 60 Anos", de Augusto Nobre, 1946. Augusto Nobre era irmão de António Nobre.
Não será publicado todo o livro mas somente as primeiras 39 páginas, por serem as que, na minha opinião, têm interesse histórico relevante e se enquandram no espírito deste blog.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

MATOSINHOS - O VELHO AUTOCARRO 76


Ainda se lembra do velho autocarro Leyland, de 2 andares, que fazia a carreira de Leça até á Avenida dos Aliados, com cinzeiros nas costas dos bancos, pois podia-se fumar no interior?

Era nele que a minha mão me levava até á praia de Leça, pois aí tinha uma paragem.

Desapareceu este tipo de autocarros e a rotunda central já não está neste local, alterada pela construção da linha do metro.

Repare no cano da Facar debitando fumo resultante da sua laboração.

A imagem é um postal ilustrado dos anos 60.

Clique na imagem e veja os pormenores.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

4 - PRAIAS DE MATOSINHOS LEÇA


Publico hoje a quarta e última parte dos artigo constante da Ilustração Portuguesa dedicado ás praias de Matosinhos e Leça.
Repare mais uma vez no modo de vestir. A ida á praia era um acontecimento social e os banhos eram matinais. Acabados os banhos, não se parmanecia na praia. Acresce que os banhos eram pagos e dados pelos banheiros. Outros tempos.
Clique na imagem para aumentar e veja os pormenores.

sábado, 14 de agosto de 2010

3 - PRAIAS DE MATOSINHOS LEÇA


Publico agora a terceira parte do texto da Ilustração Portuguesa de 1913 sobre as praias de Matosinhos e Leça da Palmeira.
Hoje achamos os fatos de banho e os trajes balneares um pouco ridículos, mas era assim que os nossos avós e pais se apresentavam nas praias. Adianta o autor do texto que Matosinhos e Leça seriam em breve mais um bairro do Porto. Enganou-se redondamente e recordo que ainda hoje há quem defenda esta posição.
Clique na imagem para aumentar e veja os pormenores.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

1 - PRAIAS DE MATOSINHOS - LEÇA


Retirado da Ilustração Portuguesa, de 01-09-1913, vou publicar um artigo dedicado ás praias de Matosinhos e Leça, dividido em 4 partes, sendo esta a primeira.
O texto em si é muito fraco, mais parecendo ter sido encomendado e pago á palavra....
Vale pelas imagens. São verdadeiramente deliciosas. Repare nos trajes da época.
Na primeira imagem vemos, de costas, o famoso banheiro Pinguinhas.
Clique na imagem, veja o texto, examine os pormenores.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

A. VIEIRA NA ILUSTRAÇÃO PORTUGUESA - 1917


A Ilustração Portuguesa de 21 de Maio de 1917 anuncia um novo colaborador na área da fotografia artística, precisamente o nosso A. Vieira, da Fotografia Industrial.

Clique na imagem para aumentar, leia o texto e aprecie as imagens.

sábado, 19 de junho de 2010

ALGARVE EXPORTADORA - MATOSINHOS


A imagem é um postal ilustrado de 1949, editado pela papelaria e tipografia Regional, por altura das festas do Senhor de Matosinhos.
As fábricas á esquerda da imagem já despareceram, uma dando lugar a uma mosntruosidade urbanística e a outra está reduzida ao terreno, certamente á espera de mais um Siza Vieira de aviário.

sábado, 12 de junho de 2010

LEIXÕES - SUBMARINO HMS ARTEMIS


Dois submarinos em Leixões, acostados no lado de leça da Palmeira.
Um deles era o H M S ARTEMIS.
Desconheço a data desta foto, mas deve ser de fins dos anos 60.
Clique na imagem para aumentar.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

MATOSINHOS - A MARÉ


A imagem que se publica é de uma postal ilustrado da série Emílio Biel, vendo-se a zona ribeirinha de Matosinhos e em primeiro plano a zona que se denominava a maré.
Ao fundo, vê-se a frontaria da Igreja de Santo Amaro e a Casa do Conde alto Mearim.
Esta imagem é da primeira década do séc. XX.
Clique na imagem e veja os pormenores.

terça-feira, 18 de maio de 2010

D. MANUEL II EM LEIXÕES



D. Manuel II visitou o nosso concelho no dia 22 de Novembro de 1908. Esta fotografia foi tirada junto ao castelo de Leça da Palmeira. Depois disto, os Lecenses afirmam-se de sangue azul, quando se sabe que são muito mais afoitos ao verde.

sábado, 1 de maio de 2010

JORNAL O BADALO - A PRIMEIRA SEDE

Se dúvidas houvesse, aqui está a imagem da primeira casa onde o jornal "O BADALO" teve a sua sede.
É na rua do Conde S. Salvador, por cima da confeitaria Carioca.
Belíssima imagem, pena não ter muita qualidade.

domingo, 25 de abril de 2010

LARGO DO RIBEIRINHO - SILVA MARCENEIRO


Retirada do jornal O Atlântico, de 10-11-1918, a imagem mostra-nos a casa onde esteve instalado o Silva marceneiro, vendo-se o mesmo á porta e sua família. Esta casa ainda existe, confrontando com o terreno onde esteve instalado o horto municipal, no largo do Ribeirinho.
Lindo, não é?

quarta-feira, 7 de abril de 2010

sábado, 3 de abril de 2010

O BADALO - PÁSCOA - 1915

Porque amanhã é Domingo de Pascoa, aqui deixo a primeira página de O Badalo, de 11 de abril de 1915.
Convido todos a lê-lo, nomeadamente o artigo sobre a visita pascal.
Para todos uma óptima Pascoa.

domingo, 14 de março de 2010

BRITO E CUNHA


Em 1909 ocorreu um grande terramoto em Itália, causando graves estragos em Messina.
Fizeram-se peditórios para recolha de fundos a favor das vítimas.
Os grupos organizados para recolha de fundos chamavam-se bandos precatórios.
Ao tempo, o senhor da Casa do Ribeirinho, Brito e Cunha, era o consul de Itália, daí o seu interesse em fazer parte do movimento de solidariedade que se gerou.
A fotografia foi extraída da Ilustração Popular, de 1909.

quarta-feira, 3 de março de 2010

LEIXÕES - CAIS DE EMBARQUE

O embarque de passageiros, bagagens e mercadorias fazia-se através de pequenas embarcações, existindo um cais para o efeito.
Óscar da Silva, o grande músico e compositor, gostava de ir aos remos de uma destas embarcações, assombrando os estrageiros com a sua cultura geral, que se admiravam como um simples remador era tão culto. Quando estes perguntavam se aqui as pesoas eram assim, ele respondia que em Portugal o povo era muito culto. Era o lado patriótico de Óscar da Silva.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Dr. ALBANO SÁ LIMA



Publico hoje um pequeno texto de Manuel Santos Pereira (Manuel da Drogaria), referente a uma sua recordação aquando se deslocava a casa do Dr. Albano Sá Lima para levar encomendas.
Memórias que, sem registo, para sempre se apagam.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

CONSTANTINO NERY - PERIGO DE INCÊNDIO - O BADALO

Pois é. Naquele tempo não havia os serviços de Protecção Civil. Pelos vistos era necessário escrever um tratado para aplicar algumas medidas preventivas em caso de incêndio.
Esta foi uma polémica muito conhecida que "alegrou" as vendas do Badalo.
Aqui vos deixo o anúncio de que iriam fazer uma publicação sobre o tema. Quando as notícias não eram muitas, há que empolar os temas. Ontem tal como hoje.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

MATOSINHOS - VISTAS GERAL DA PRAIA VELHA


Aqui está uma belíssima vista geral da bacia de Leixões, com alguns barcos varados na areia.
Ao fundo vê-se uma multidão a descarregar o pescado e o mexoalho.
Ao centro, uma embarcação chamada " O sol nasce para todos".
É um postal da série do Alberto Ferreira, que recebi hoje da Holanda.
Clique para aumentar e veja os pormenores.